A CBTri
  Identidade Visual
  Circulares    
  Notas Oficiais e Portarias 
  Resoluções
  Demonstrações Contábeis
  O Triathlon
  Paratriathlon        
  Federações
  Estatuto
  Antidopping
  Fale com a Nutricionista
  Manual de Regras
  Normas e Regulamentos 
  Treinadores  
  Fale Conosco
  Atletas       
  Convocações
  Novos Talentos
  Calendário
  Resultados
  Quadro de Medalhas
  Ranking                
  Fotogaleria    
  Videogaleria
  Transferência
  Formulário de Recurso
  Contrato de Homologação
  Editais e licitações
  CBTri no Mundo Científico
 
Novos talentos fazem a festa no Brasileiro Infantil de Triathlon em Caiobá
A- | A | A+

O futuro do triathlon brasileiro está bem encaminhado! Pelo menos se depender da garotada que participou neste domingo (12) da segunda etapa do Campeonato Brasileiro Infantil da modalidade, maior evento das categorias de base. Mais de 120 atletas de 11 estados mostraram muita habilidade no esporte combinado e prometem dar muitas alegrias, não apenas para os pais, mas para a torcida brasileira.

Uma das categorias mais disputadas foi a 13 anos masculina. Otávio Cândido, do Mato Grosso, e Cauã Diniz, do Paraná, protagonizaram um duelo eletrizante pelo título. Otávio saiu em primeiro da natação, mas Cauã Diniz, filho de ciclista, mostrou que herdou o talento do pai e liderou o pedal de ponta a ponta. O ouro foi definido nos metros finais, quando Otávio, "o Gigante", como é conhecido pelos seus conterrâneos, deu um belo sprint e cruzou em primeiro lugar, confirmando o tetracampeonato no torneio.

"Tudo que eu venho trabalhando nesses 4 anos, andar melhor de bicicleta, estar mais focado na competição, está surtindo efeito. Com o incentivo do meu treinador e dos meus pais, principalmente, sinto que estou no caminho certo", contou o jovem de Barra do Garças, centro oeste matogrossense.

Além da prova, os campeões infantis que estiveram na primeira etapa em Palmas, puderam também desfrutar de um training camp no litoral paranaense. O objetivo da Confederação Brasileira de Triathlon é lapidar esses triatletas com potencial para o alto rendimento e dar condições para as categorias de base cresçam, motivando cada vez mais a renovação e inserção de jovens dentro da modalidade.

"Essas categorias de idade são muito importantes para o desenvolvimento da modalidade. Conseguimos tirar desse evento 10% de jovens talentos, então a proposta da CBTri de ampliar o número de etapas e, consequentemente, de participantes do Brasileiro Infantil, dobra a possibilidade de descobrirmos novos talentos. Esse é o caminho para a renovação e continuidade do triathlon", destaca Fábio Ramos, coordenador do projeto de atletas de base da CBTri.

Os resultados completos, por categoria estão disponíveis aqui