Planejamento do COB para treinos na Europa já conta com 207 atletas de 15 modalidades

Planejamento do COB para treinos na Europa já conta com 207 atletas de 15 modalidades

Delegação viajará em diversos grupos entre julho e dezembro de 2020. Primeiras modalidades a embarcar deverão ser vela e judô

O Comitê Olímpico do Brasil avançou no planejamento da Missão Europa, o período de treinamentos para atletas e equipes em países europeus entre julho e dezembro deste ano. O objetivo do COB é oferecer a volta aos treinos com segurança aos brasileiros já classificados ou em vias de classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021. No momento está previsto o atendimento a 207 atletas de 15 modalidades (11 Confederações), quantitativos que ainda podem aumentar com a confirmação do interesse de novos esportes em participar.

“Fizemos contato com todas as Confederações Olímpicas para identificar suas necessidades e planejar, em conjunto, os treinos na Europa. Foi primordial, além de priorizar atletas classificados para os Jogos de Tóquio, ter certeza da condição de continuidade aos treinos após encerrado o período na Europa”, explica o chefe de Missão nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Marco Antônio La Porta Jr.

A principal base do Brasil em Portugal deverá ser o Centro de Treinamento de Rio Maior, um equipamento público-privado a 75km de Lisboa. Junto com as autoridades portuguesas, o COB estabeleceu um protocolo rígido de controle para identificar e também para prevenir a contaminação pelo novo coronavírus. Assim, todos os integrantes da delegação serão testados até 72h antes do embarque, só podendo viajar caso apresentem resultado negativo para o PCR. Ao chegarem a Portugal, os membros da equipe seguirão direto para o Centro de Treinamento, onde serão novamente testados e ficarão em isolamento por 48h, até sair o resultado da sorologia. Aí então estarão aptos para atividades esportivas.

“Nosso principal objetivo é oferecer as melhores condições de treino aos nossos atletas, respeitando todas as orientações e protocolos de segurança locais. Estamos atualizando o planejamento dia a dia, à medida que novas informações são divulgadas”, diz o diretor de Esportes do COB, Jorge Bichara.

Ao lado da vela, que treinará em Cascais, no litoral de Lisboa, o judô deverá ser uma das primeiras modalidades a embarcar, levando 28 judocas para treinos em Coimbra. Na sequência embarca o boxe, que prevê uma delegação de 22 pugilistas. Ainda entre os maiores contingentes estão a natação (22) e o atletismo (29).

“A complexidade da operação se assemelha bastante ao que temos em jogos multiesportivos. Precisamos considerar a especificidade de cada esporte e atentar para questões de disponibilidade de cama, passagens aéreas e atendimento médico. Com o ingrediente adicional de atentar para todo o protocolo de higiene e segurança imposto pela pandemia”, analisa o gerente executivo de alto rendimento do COB, Sebástian Pereira.

Nas próximas semanas, o COB confirmará as datas de embarque e novos detalhes da Missão Europa.

PRINCIPAIS NÚMEROS
180 DIAS – é a janela disponível para treinos
207 ATLETAS – é o número atual confirmado
15 MODALIDADES
11 CONFEDERAÇÕES
4 BASES – CT Rio Maior; Coimbra (judô); Cascais (vela); Sangalhos (ginástica artística e rítmica)
R$ 13,7 milhões – é o investimento do COB na logística

MODALIDADES ATÉ O MOMENTO
Atletismo – 29 atletas
Judô – 28 atletas
Boxe – 22 atletas
Natação – 22 atletas
Handebol Feminino – 18 atletas
Handebol Masculino – 18 atletas
Rugby Feminino – 15 atletas
Wrestling – 10 atletas
Ginástica Rítmica – 7 atletas
Saltos Ornamentais – 7 atletas
Taekwondo – 6 atletas
Ginástica Artística Masculina – 6 atletas
Triathlon – 6 atletas
Ginástica Artística Feminina – 4 atletas
Vela – 4 atletas
Nado Artístico – 3 atletas
Maratonas Aquáticas – 2 atletas

180 DIAS – é a janela disponível para treinos 207 ATLETAS – é o número atual confirmado 15 MODALIDADES 11 CONFEDERAÇÕES 4 BASES – CT Rio Maior; Coimbra (judô); Cascais (vela); Sangalhos (ginástica artística e rítmica) R$ 13,7 milhões – é o investimento do COB na logística Atletismo – 29 atletas Judô – 28 atletas Boxe – 22 atletas Natação – 22 atletas Handebol Feminino – 18 atletas Handebol Masculino – 18 atletas Rugby Feminino – 15 atletas Wrestling – 10 atletas Ginástica Rítmica – 7 atletas Saltos Ornamentais – 7 atletas Taekwondo – 6 atletas Ginástica Artística Masculina – 6 atletas Triathlon – 6 atletas Ginástica Artística Feminina – 4 atletas Vela – 4 atletas Nado Artístico – 3 atletas Maratonas Aquáticas – 2 atletas
Sobre o COB:

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) é uma organização não governamental, filiada ao Comitê Olímpico Internacional (COI), que trabalha na gestão técnica, administrativa e política do esporte nacional. A missão do COB é desenvolver e representar com excelência o esporte de alto rendimento do Brasil, trabalhando na melhoria de resultados esportivos do Time Brasil, elevando a maturidade de gestão do COB e Confederações filiadas e fortalecendo a imagem do esporte olímpico brasileiro. É dever do COB ainda proteger e promover os valores olímpicos em território nacional.

Ao longo de seus 105 anos de existência (fundado em 8 de junho de 1914), o COB já levou o Brasil à conquista de 129 medalhas (30 de ouro, 36 de prata, 63 de bronze) em Jogos Olímpicos e 37 medalhas em Jogos Olímpicos da Juventude (11 de ouro, 15 de prata e 11 de bronze.

Coca-Cola , Alibaba Group , Atos , Bridgestone , Dow , GE , Intel , Omega , Panasonic , P&G , Samsung , Toyota e Visa são Patrocinadores Olímpicos Mundiais (programa TOP do Comitê Olímpico Internacional). O COB tem suporte das empresas: Estácio e Peak – Patrocinadores Oficiais; Aliansce e Travel Ace – Apoiadores Oficiais; Ajinomoto e BRW – Parceiros Oficiais; e Match Hospitality AG – Revendedora de Ingresso e Pacote Oficial para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Como posso te ajudar?